domingo, 12 de agosto de 2018

Menina que não foi menina!







Maria Jesus


1911, Agosto, 12 foi esse o dia!
A Leonor, numa hora pequenina,
Deus abençoou e lhe deu Maria,
menina que nunca foi “menina”!






domingo, 29 de abril de 2018

Já passaram 27 anos?




José Celorico

(29 de Abril de  1991)




Já vinte sete anos? Eu não os contei!

Sei que foi quando nos deixaste sós.

Mas, não acredito, porque só eu sei

como ainda ouço o soar da tua voz!

terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

20 de Fevereiro de ... 1886




Leonor Magro

20 de Fevereiro de 1886


E, se no governo da monarquia, 
já nascia uma nova remodelação, 
em Salvaterra do Extremo, nascia 
Leonor, filha de Catarina e João!

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

19 de Fevereiro .. mas de 1906!





José Celorico
19 de Fevereiro de 1906


Numa família, humilde e pobre, 
lá vem, enfim, um dia de alegria 
e um largo sorriso as faces cobre. 
Primeiro filho varão, José, nascia!

segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

FELIZ ANO NOVO 2018 !


Para os meus amigos e visitantes deste blogue, aqui fico o meu desejo expresso para 2018

( Retiradohttp://www.orkugifs.com) 

O que eu queria!


O que eu queria do novo ano?

Se, acaso, não for pedir demais,

seria que não levasse ao engano

cada página, escrita nos jornais!


O que eu queria do ano novo?

Que cada político, excelência,

não enganasse tão pobre povo

fazendo uso da sua “sapiência”!


O que eu, do novo ano queria?

Que trouxesse o povo à razão,

que fosse rara tanta hipocrisia

e Raríssima fosse a corrupção!


Do novo ano eu queria o quê?

Que no país, da dita Liberdade,

acabasse aquilo que mais se vê,

a pouca vergonha, na verdade!


Do novo ano o que queria eu?

Sim! O que poderia eu querer?

Que não levasse nada de meu

e me deixasse algo para viver!


Será tão grande este meu pedido?

Pois pareço bem pobre no pedir!

Se no que peço não for atendido,

espero mais um ano. Há-de vir!

domingo, 31 de dezembro de 2017

Res(caldos) dum Ano, velho e … relho!


(retirado de  https://www.bing.com/images) 


Res(caldos) dum Ano, velho e … relho!


Um Ex-deputado e ex-ministro,

sempre um socialista exemplar.

O tal que dizia em tom sinistro,

“Mete-se connosco? Vai levar!”


Hoje, sem uma ponta de ciúme

e como é comentador avençado,

por todos põe as mãos no lume

mas já deve estar chamuscado!


No partido da palavra honrada

haverão coisas bem singulares,

tais como as cadeiras guardadas

para alguns dos seus familiares!


Convenientemente encomendada

da boa, bem longe, terra açoriana

e para que a palavra seja honrada

veio uma douta prole “cesariana”!


Da Vieira da Silva, as pinturas

serão elas caras, ou caríssimas.

Do Vieira da Silva, as agruras

não são raras, são Raríssimas!


Muito, diz o povo, é fartazana

e sem rodeios, ou rodriguinhos.

Porém se a honestidade emana,

dizem ser, apenas, Fertuzinhos!


Toda a palavra, quando é dada

para ser conveniente e honrada

terá no parlamento, bem votada

a sua lei mas, portinha fechada!


Num país morto, terra queimada,

bom povo pelos cantos choroso,

um só homem, de palavra dada,

achou este ano, muito saboroso!

domingo, 24 de dezembro de 2017

SANTO NATAL E FELIZ ANO NOVO


Aos meus amigos, seguidores e visitantes deste blogue e a suas famílias, deixo os meus sinceros votos de SANTO NATAL e FELIZ ANO NOVO !
Adoração dos pastores 
(Pintura de Guido Reni)


                                                                  Natal 2017


Há bombas na Coreia do Norte

e na Síria vai andando o Daesh,

o mundo é um campo de morte,

vai-se matando tudo que mexe.


Lá longe, nos Estados Unidos,

há armas na mão aos milhares,

para andarem muito entretidos

em suas “actividades escolares”.


Na Alemanha, Espanha, França,

melhor dizendo, por todo o lado,

aqui e ali, mata-se a Esperança.

Mais mortes, em cada atentado!


Aqui bem ao lado, na Catalunha,

cuja independência ninguém viu,

o catalão não tem o que supunha

e um tal Puigdemont já se sumiu!


E na Ásia? Não se está melhor?

Se estivesse, ninguém o diria

e o Papa, em nome do Senhor,

lá foi pregar naquela freguesia!


Será sina, que tudo está tão mal

e o Mundo, em grande desatino,

já se esquece do desejado Natal

e que nascerá Jesus, o Menino?


Não vai melhor o nosso Portugal,

o que também não faria sentido.

Desapareceu a mancha florestal.

Povo, como a terra, tudo ardido!


Quando uma estrela do céu cair,

a sua luz iluminando toda a terra,

homens, olhos no céu, vão sorrir

e por instantes vai parar a guerra.


Porém, logo no dia vinte e seis

ou, talvez, tal poderá acontecer,

logo que se passe o Dia de Reis,

pensarão, só, em matar e morrer!


Numa quadra festiva e de alegria

esqueçamos tanta tristeza e dor

e louvemos a noite em que Maria

por Deus, nos trouxe o  Salvador!


Ter Fé e Esperança não fará mal,

no caminho que cada um percorre.

Esperemos, então, o nosso Natal,

porque a Esperança nunca morre!